Coloque a saúde financeira da sua empresa em ordem

Se você não foi redirecionado, clique aqui.

Sumone

Leitura de 4 MIN

Por favor visite ()[http://detrasdobalcao.com.br/marketing-de-varejo-o-que-e-e-como-pode-ajudar-seu-negocio/].

Se atrair e fidelizar clientes é base do seu negócio, focar em estratégias que visam entender o comportamento e criar um bom relacionamento com o seu consumidor final deveria ser uma das suas prioridades.

O marketing de varejo torna a proposta do seu negócio muito mais assertiva, já que oferece uma visão do ponto de vista do cliente, tornando mais fácil oferecer aquilo que ele procura. Saiba mais sobre o conceito de marketing no varejo e como ele pode ajudar o seu negócio a vender mais com as dicas que separamos.

Marketing de varejo: o que é e como funciona

Você pode até ter o produto de maior qualidade de mercado, mas se você não souber para quem e como oferecê-lo, de nada valerá. O marketing de varejo tem a proposta de estudar o comportamento do seu cliente com a intenção de prever suas necessidades, resultando em estratégias melhores elaboradas e uma boa relação e fidelização do consumidor.

Apesar do foco principal do marketing de varejo estar na construção de uma relação com o cliente, existem alguns fatores que devemos levar em consideração. Entre eles, três se destacam: o produto, o lugar e o preço.

Produto

O produto não é o ponto principal do marketing de varejo, mas pode influenciar a decisão do cliente de diversas maneiras. Seja pelo seu design, a maneira como está sendo exposto, quantidade ou apresentação, todos os fatores devem levar em consideração as preferências do seu público-alvo.

Se você tem um restaurante, por exemplo, pense nas opções que estão sendo servidas, na qualidade dos produtos, se existe algo que os seus clientes sentem falta com frequência ou algo que sempre reclamam sobre. Lembre-se que uma boa apresentação no food service é essencial.

O produto pode influenciar a decisão do cliente

Lugar

O varejo dá a possibilidade de ser físico ou não, porém, o local onde o segmento irá ocorrer ajuda a delimitar o processo do mesmo.

No caso de loja física, por exemplo, o marketing de conteúdo deve prever toda a experiência do cliente, desde a entrada da loja, como os produtos estão dispostos na vitrine, o atendimento, o agrupamento de produtos até as facilidades de pagamento. Boa estrutura, fácil acesso e um espaço agradável devem ser palavras-chaves do seu negócio quando falamos de ambiente físico.

Escolha o lugar com sabedoria

Preço

Hoje em dia muitas pessoas se dispõem a pagar mais por fatores como conforto e comodidade. Porém, no marketing de varejo você pode usar o preço a favor do seu negócio.

Mesmo tendo que levar em consideração fatores como cobrir custos, despesas gerais e preços competitivos, o preço pode ser utilizado como artifício de atração. Se você tem uma padaria, por exemplo, e abaixa o preço do pão para um valor menor do que o de mercado, você irá atrair mais consumidores. No processo de compra de ir até sua padaria, estes, por sua vez, provavelmente levarão também outros produtos, como frios, leite, etc. Esse método pode ser conhecido como produto âncora.

O preço deve ser planejado de acordo com a percepção de custo-benefício do cliente, podendo usar como artifícios promoções, descontos, boas condições de pagamento, entre outros.

Existem ainda outros itens a serem considerados, como atendimento pessoal, comunicação, apresentação, entre outros. O marketing de varejo não tem uma fórmula, podendo variar de acordo com o tipo de negócio e, principalmente, de público-alvo.

Não esqueça de planejar o preço

5 dicas para começar a utilizar agora mesmo o marketing de varejo

Agora que você já entende um pouco mais sobre o marketing de varejo, separamos algumas dicas para te ajudar a utilizá-lo no seu dia a dia. Confira abaixo.

1. Foque no como e não no que você vende

Em um mercado onde existe muito de tudo, se destacar é uma necessidade. Além disso, a internet deu, ao consumidor, acesso à sua loja muito antes dele mesmo pisar fisicamente nela. Por isso, foque em oferecer algo que vá além do seu produto e não venda apenas ele, venda também uma boa experiência.

Se preocupe em encontrar maneiras de oferecer seu produto de forma diferenciada, fazendo que seu cliente queira sempre voltar.

Se você tem um mercado, por exemplo, que tal criar um espaço para as crianças se divertirem? Dessa forma os pais podem fazer as compras de forma tranquila e sem pressa. Criatividade e inovação é a chave para conquistar o seu cliente.

Como você tem vendido?

2. Crie motivos para seu cliente ir na sua loja

Não basta criar uma experiência bacana para o seu cliente se ele não vê motivos para ir até sua loja. Promoções exclusivas, brindes personalizados, programa de pontos e até sorteios podem ser formas de atrair o cliente ideal para o seu negócio.

Motivos para visitar a loja

3. Se mantenha atualizado

A informação corre rápido e ela pede adaptação e flexibilidade. Nunca pare de pesquisar sobre as preferências do seu cliente e do consumidor que você quer atrair. Crie ou torne frequente o hábito de procurar informações sobre o mercado em que você atua, veja as novidades, o que não funciona mais e formas de tornar ainda melhor seus métodos de marketing e divulgação de acordo com o seu público-alvo.

Não fique no passado

4. Agregue valor ao lugar onde se encontra sua loja

Ser relevante tem a ver com o que você oferece, mas também com o laço de confiança que você criou com as pessoas que moram ou trabalham na região onde se encontra o seu negócio. Para isso, mais do que nunca, o marketing de varejo se faz valer: entender o comportamento do seu público-alvo é a melhor maneira de oferecer algo de valor e assim, fidelizar o seu cliente.

Melhore a vizinhança

5. Não se esqueça do universo digital

Mesmo que sua loja seja física e você utilize meios de divulgação físico como panfletos, lembre-se que o marketing de varejo também deve ser feito digitalmente.

Redes sociais é uma das maneiras mais fáceis de chegar ao seu cliente. Ofereça informações ricas para ele, como, por exemplo, como chegar até seu estabelecimento de maneira rápida e fácil, os produtos que você oferece e tudo que pode ser um diferencial.

Faça posts no Facebook, por exemplo, engaje seus clientes, interaja com eles. Essa também é uma forma de conhecê-lo e conhecer suas preferências.

Lembre-se que as pessoas estão no digital

Não importa se sua loja é grande ou pequena, o marketing de varejo pode ser útil para qualquer tipo de negócio, oferecendo uma nova visão e um jeito mais estratégico de fazer o seu planejamento e agradar quem realmente importa: seu cliente!

  • 02/02/17
  • 0
  • Livia Rodrigues